O Presente Reparado e Ressuscitado

10.10.2017

no livro de Deus
está inscrito o nosso nome
aí dormimos
à espera
que nos acorde
o Consolador

somos a figueira de ramos ternos
que se alegra com o tempo novo que desponta
e somos a figueira de outonos
desolados
invernais
à espera do calor das mãos
do Ungido que nos aqueça

o Verão-no-Inverno está próximo
para quem espera
na brecha do instante
a carícia do consolador
que nos apague as lágrimas
e abençoe o mundo

a vocação do Messias
é de reparar o presente
e o ressuscitar,
não de anunciar uma paz futura
que deixaria
inconsoladas
as dores singulares

estamos à porta e batemos
se Deus está perto
batamos palmas e dancemos

—José Augusto Mourão, OP, “No livro de Deus”